SATEMRJ Sindicato dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem do Município do Rio de Janeiro, participou da Audiência Pública da LDO. Na mesma não foi incluída ó PCCS da Saúde, uma luta de valorização dos trabalhadores. O salário base de um Auxiliar de Enfermagem com 21 anos de Prefeitura é de R$ 1.740,26 para atuar salvando vidas.
O Prefeito Eduardo Paes em campanha disse que o Servidor não queria privilégios, mas valorização, que o Servidor dava o seu melhor para a população. Seguimos na tentativa de diálogo. O SATEMRJ e demais sindicatos que compõem a MMNP-SUS vem desde o início da gestão, solicitando retomar as discussões do PCCS concluído em 2019 sem sucesso.
Pouco antes de se afastar para concorrer nas próximas eleições o então Secretário de Saúde no período, Daniel Soranz trouxe uma nova proposta sem valores de salários e anunciando não seguir com o processo pronto. Os sindicatos apresentaram proprosta recusada na última Mesa alegando não ser viável, porém não apresenta memória de cálculos.
O SATEMRJ busca e demais Sindicatos um diálogo que não ocorre. Hoje mesmo na Câmara quase tive minha fala cortada. Tempo cedido de 2 minutos, mas nossa luta é de anos por valorização, condições de trabalho, respeito, dignidade para nossos profissionais. Estamos com 1200 dias sem reajuste salarial, o último em fevereiro de 2019 e diminuição do valor real do salário de 27,21% com proposta de 5% desse governo. Sem PCCS, sem recomposição Salarial, durante a Pandemia nossos Auxiliares e Técnicos, a Enfermagem, esteve atuante na luta no combate ao vírus e salvando vidas.
ASSISTA AO VÍDEO NO LINK ABAIXO
Lucimar Oliveira Diretora SATEMRJ
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on email

ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL

MENSALIDADE ASSOCIATIVA

ASSISTA VÍDEO 1

SIGA-NOS NO FACEBOOK

CONHEÇA AS VITÓRIAS QUE SATEMRJ CONQUISTOU PARA OS TRABALHADORES TÉCNICOS E AUXILIARES DE ENFERMAGEM!

  • Revitalização da mesa de negociação do SUS através de mobilização da categoria;
  • Criação do cargo Técnico de Enfermagem na Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro;
  • Caravanas à Brasília para exigir a implementação das 30 horas semanais;
  • Criação da Comissão de Auxiliares e Técnicos dentro do Sistema Cofen após uma luta de 42 anos;
  • Fornecimento ao ticket alimentação.

NOTÍCIAS RECENTES

CATEGORIAS