Home Sem categoria É hora de saber como anda a segurança dos técnicos de enfermagem

É hora de saber como anda a segurança dos técnicos de enfermagem

Por SATEMRJ

O Sindicato dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem do Rio de Janeiro (SATEMRJ) é parceiro da ESPVJ/Fiocruz na realização da pesquisa “Monitoramento da saúde, acesso à EPIs de técnicos de enfermagem, agentes de combate às endemias, enfermeiros, médicos e psicólogos, no município do Rio de Janeiro em tempos de COVID-19”. “Em breve, os profissionais serão acionados pelo SATEMRJ para responder o questionário.”, afirma Luciano Pinheiro, presidente da entidade, lembrando que é considerada grave a situação dos profissionais de enfermagem no país. Pinheiro também ressaltou que até quarta-feira, 26 de agosto, a carta de anuência assinada será enviada para a Fiocruz para que a pesquisa seja validada pelo comitê de ética. “Após esse processo, nossos colaboradores receberão um link para participação”, completou. Desde março, a pandemia de covid-19 já matou mais de 300 profissionais de enfermagem e contaminou outros 30 mil. Tanto as mortes, quanto o contágio poderiam ser evitados com a adoção de protocolos rígidos de segurança, bem como a distribuição adequada e eficiente de equipamentos de proteção individual (EPIs). Além do SATEMRJ, a iniciativa conta com esforços de profissionais de várias unidades da Fiocruz, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), da Universidade Federal Fluminense (UFF), do Conselho Estadual de Saúde do Rio de Janeiro e dos técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos e psicólogos.

Related Articles

Deixe um comentário